Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O colar de pérolas

25
Nov14

Violência doméstica. A minha opinião!

Olá a todos!

Trago-vos um tema que é muito rebatido, mas como não poderia deixar de ser, hoje  25 de Novembro, é o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres e por isso decidi fazer um post com a minha sincera opinião, não só como mulher, mas como cidadã que sou e como ser humano.

ng2239750.jpg

 

Neste ano que está quase a terminar, perdemos mais de 30 mulheres por conta da violência, em Portugal. Mulheres, mães, avós, profissionais que certamente exerceriam as suas profissões o melhor que podiam, mas acima de tudo pessoas... seres humanos, que perderam as suas vidas à conta de outros seres humanos que de certo não são nem podem ser equilibrados.

Este meu desabafo, dedico a todos, a nós, seres humanos, pessoas, sejam homens ou mulheres!

Começo por fazer um parêntesis à cerca da campanha que decorre no instagram hoje : #basta que me batas uma vez . Concordo com a iniciativa e com a tentativa de se dar visibilidade a este problema, no entanto esta campanha, na minha opinião, revela todos os problemas que andamos a combater!! A falta de informação e de formação é uma grande fonte dos problemas, que depois desencadeia, na incapacidade de se agir perante estas situações!

Basta que matas uma vez, uma brutalidade, no meu ponto de vista! A violência doméstica e aliás a violência no geral não passa apenas por agressão física! Certamente não precisamos que nos batam a primeira vez (nem muito menos a vigésima) para percebermos que algo não está a correr bem! 

A violência começa em pequenos gestos, em palavras, em sofrimento psicológico, que mais tarde pode ou não resultar em violência física. Pode acontecer entre casais, mas também entre famílias, amigos, e em todas as relações pessoais , em que alguém apresenta comportamentos menos normais! 

Por isso, escrevo aqui a minha opinião, a todas as pessoas que sofrem à conta desta barbaridade humana:

A violência não se faz simplesmente e unicamente contra as mulheres e de forma física. Não deixem nunca que vos batam nem uma única vez!!!

Percebam e aprendam a distinguir, o que são gestos de amor, gestos equilibrados e que vos façam feliz! As pessoas que verbalizam palavras de ódio, palavras maldosas, que gritem com vocês palavras que vos magoam... NÃO VOS AMAM!

Estas pessoas sofrem de um problema, que só se vai agravar mais e mais e que vos vão levar com elas até ao fundo do poço, até ao inferno! Por isso, aos primeiros sinais de falta de amor, de crueldade, sejam fortes, refaçam a vossa vida, denunciem, é sempre melhor, tomar coragem no inicio e tomar uma medida, do que recomeçar após terem a vida destruída!

Não perdoem. A crueldade não tem perdão!! Quando alguém nos magoa, e nos atinge nas nossas maiores fragilidades, não nos ama! Não nos quer bem! Apenas pedem perdão, porque gostam deste ciclo vicioso, porque gostam de sentir que comandam a vossa vida e vossos sentimentos. E gostam de se sentir assim PORQUE SÃO DOENTES!

Esta é a verdade, são pessoas pouco equilibradas e com problemas! Não perdoem, sigam a vossa vida, PORQUE É POSSÍVEL! 

TENHAM A CORAGEM DE DENUNCIAR! De viver uma vida feliz e de escolher alguém que vos ame, que vos trate bem, que vos saiba acarinhar, TODOS OS DIAS! não só para pedir desculpa! Quem nos ame, não precisa pedir desculpa exageradamente, porque sabe o que nos magoa então simplesmente NÃO NOS VAI MAGOAR DE PROPÓSITO!! porque nos amam!!! 

Oiçam as pessoas à vossa volta, deixem-se ajudar! Tenham força e coragem!!

Para as pessoas que assistem, ou que sabem que estes casos acontecem, na família, na casa dos vizinhos, na escola, onde quer que seja... DENUNCIEM! Este crime é publico! 

O ditado popular, essa maior mentira, inventada por pessoas doentes, que é " Entre marido e mulher ninguém mete a colher" acabou! Vamos acabar com este estereótipo!! todos nós somos pessoas! Todos nós nos devemos proteger uns aos outros!

Este crime tem que ser combatido! Não compactuem com isto! Não deixem que alguém sofra às mãos de uma pessoa doente! Lembrem-se que ajudam não só a vitima e o agressor que pode fazer tratamento adequado à sua doença, mas também a família de ambos! 

Vamos juntos, abrir os olhos! Todos precisamos disso, especialmente no nosso pais! Andamos todos um bocado cegos, umas vezes porque queremos, outras porque temos medo! Porque nos acomodamos, porque esperamos que alguém faça alguma coisa em nosso lugar, sem tomarmos a iniciativa! E advinham, todos fazemos o mesmo! Não mudamos nada! 

Homens saudáveis e equilibrados que amam as vossas mulheres, filhas, mães, avós, tias, primas ,amigas, unam-se! Juntam-se para as proteger, para as ajudar! combatam este problema!

E Mulheres saudáveis, corajosas, juntem-se pelos homem que amam, filhos, pais, primos, amigos! Eles também sofrem de violência! Também se calam, também são sensíveis e também precisam de ajuda!

Por fim deixo o meu recado e a minha opinião pessoal a todas as associações que apoiam esta causa, principalmente a APAV e a GNR / PSP

Para já muitos parabéns por todas as iniciativas, projectos e mobilização para tentar resolver este grave problema, que tem crescido a cada vida!Um bem haja a todos que trabalham sobre todas as condições para proteger os outros seres humanos!

Por favor, mantenham também vocês os olhos abertos, a todos os que vos rodeiam! A quem com vocês trabalha! A quem por vocês passa na rua! A quem vos pede ajuda de modo dissimulado do outro lado do telefone! A quem vos liga e não diz coisa com coisa! Por trás de palavras sem sentido, por de baixo de maquilhagem, por debaixo da imensa roupa, pode estar uma pessoa que sofre, que precisa da vossa ajuda e nem sabe como vos dizer, como começar, como pedir! Falta a coragem e as palavras, falta tudo! E por isso precisam da vossa atenção, dos vossos olhares bem atentos!

Tenham confiança de que juntos e sem comodismos ou preguiça podemos combater este problema!

Aqui fica a minha opinião bem sincera um pouco extensa, espero que possa mudar um pouquinho a vossa opinião e a vossa atitude!

Vamos ajudar-nos uns aos outros a salvar vidas!

Aqui ficam os links e números de telefone:

No site da APAV encontra a seguinte informação , que passo a citar:

http://apav.pt/lgbt/menuvit.htm

Em caso de emergência contacte o 112 – número nacional de socorro – que chamará a polícia.

Para apresentar queixa do crime deve dirigir-se a uma esquadra da Polícia de Segurança Pública (PSP), posto da Guarda Nacional Republicana (GNR), piquete da Polícia Judiciária (PJ) ou directamente junto dos Serviços do Ministério Público e exigir um documento comprovativo da queixa ou denúncia efectuada;

Pode também optar pela queixa electrónica: queixaselectronicas.mai.gov.pt/

 

Boa semana

Beijinhos

Sofia Nunes

 

 

Sonhadora. Teimosa. Amante da vida e do mundo! Aproveito cada segundo da vida para ser útil e me sentir realizada! Adoro conversar e conhecer coisas novas! Estou sempre disposta a partilhar conhecimentos incomuns, ideias, valores e princípios!

Instagram

Tumblr

Facebook