Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O colar de pérolas

27
Mar15

Antioxidantes

Olá meus queridos

Hoje trago-vos um assunto que infelizmente é muito vulgarizado no nosso dia-a-dia e sobre o qual diversas industrias desde a farmacêutica, à alimentar, nutricional e muitas outras tiram vantagem da ingenuidade e falta de conhecimento do público em geral, para fazer dinheiro e muito dinheiro. Hoje venho falar-vos de antioxidantes.

eu estudei a área alimentar como alguns de vocês sabem e por isso percebo um bocadinho destes assuntos e da linguagem que é utilizada para os explicar. Hoje muitos produtos são feitos à base de antioxidantes, ouvimos muito frequentemente esta palavra, e associamos de imediato aos seus benefícios mas principalmente à prevenção de rugas ou à perda de peso, prevenção de doenças. Mas será isto tudo verdade? Será que sabemos o que são mesmo os antioxidantes? Será que eles previnem mesmo estes problemas?

Continuem a ler, se quiserem saber mais deste assunto.

antioxidants.jpg

 

Falando de modo um pouco mais técnico:

A oxidação é uma reacção química que transfere electrões ou hidrogénio de uma substância para um agente oxidante. As reacções de oxidação podem produzir radicais livres. Por sua vez, estes radicais podem dar início a reacções em cadeia que, quando ocorrem nas células, podem danificá-las. Os antioxidantes são agentes responsáveis pela inibição ou redução das reacções provocadas pelos radicais livres.

 

Explicando melhor:

Os alimentos, principalmente as frutas, verduras e legumes contêm agentes antioxidantes, tais como as vitaminas C, E e A, vinho, chocolate, entre muitos outros que são capazes de evitar as reacções em cadeia produzidas pelos radicais livres. Os antioxidantes são capazes de inibir estas oxidações, porque têm uma maior tendência, afinidade para se oxidarem a eles próprios, pelo o que são frequentemente agentes de redução. Embora as reacções de oxidação sejam fundamentais para a vida, podem também ser prejudiciais.

Os antioxidantes são amplamente usados no fabrico de suplementos dietéticos e têm sido amplamente estudados no âmbito da investigação de doenças como o cancro. Embora alguns estudos iniciais tenham sugerido que os suplementos de antioxidantes podiam ter benefícios na saúde, alguns ensaios clínicos não detectaram qualquer benefício, a longo prazo, antes pelo contrário estes suplementos em excesso podem ser nocivos.

Para além do seu uso no campo da medicina, estes compostos têm imensas aplicações industriais, como conservantes alimentares, cosmética, e na prevenção da degradação de alimentos e materiais.

O que precisamos perceber na prática:

Os antioxidantes são moléculas que se oxidam a elas próprias, evitando outras reacções, sejam boas ou más. De entre elas, algumas que não são benéficas para o nosso corpo como as desencadeadas pelos radicais livres. Os antioxidantes têm boas e más características. Não previnem o envelhecimento, nem a acumulação de gordura (e aumento de peso). Podem ajudar o metabolismo a funcionar de modo mais acelerado. E purificar de modo ligeiro o organismo, aliviando o stress e eliminado alguns dos radicais livres, (moléculas prejudiciais ao corpo). Utilizados em excesso podem ser nocivos. São essenciais ao nosso organismo, por isso estão presentes maioritariamente em frutas e legumes, pois devem ser ingeridos em maiores quantidades na nossa dieta e de modo natural.

Amores costuma dizer-se que a natureza pensa em tudo, por isso os suplementos e chás à base de oxidantes não devem ser utilizados em excesso, e nem sempre têm os resultados desejados e anunciados na publicidade.

images (4).jpg

 

Espero que vos tenha informado um bocadinho e que tenham gostado do tema. 

Beijinhos

Sonhadora. Teimosa. Amante da vida e do mundo! Aproveito cada segundo da vida para ser útil e me sentir realizada! Adoro conversar e conhecer coisas novas! Estou sempre disposta a partilhar conhecimentos incomuns, ideias, valores e princípios!

Instagram

Facebook